17 julho 2017

Texto - No seu abraço

Segunda-feira, 17 de Julho, 2017.


Queria poder morar no seu abraço, por quê é lá que me sinto em casa. Você com seu abraço aconchegante me faz sentir que tudo ficará bem. Tens aquele abraço que desperta a vontade de que o tempo pare. O seu abraço é assim, com gostinho de lar. Nele me encaixo, e ali imagino que ele tenha sido feito especialmente para mim, pelo simples fato de ser o melhor lugar de todo universo; onde eu consigo me encontrar e me manter em paz. Em teu abraço eu fiz minha casa; meu abrigo nos dias chuvosos e meu porto seguro em dias turbulentos.

 A sensação de um abraço apertado é a melhor que podemos sentir. Ele tem a capacidade de transferir dor e alegria. Um abraço de verdade faz com que você ultrapasse a alma do outro e sinta sua dor ou felicidade, em caso de dor ele chega a curar. E mais uma vez eu digo, eu me acho em seu abraço. Quando estou em teu abraço o mundo para, a dor se vai, as dúvidas acabam, a ansiedade some, as preocupações se esvai e ali, naquele abraço, que chamo de meu, eu encontro paz. Encontro a calmaria de um domingo chuvoso, encontro tudo àquilo que um dia eu procurei.

Agradeço pelo carinho que tens comigo, por todos abraços longos, macio e carinhoso, fazendo com que eu sempre pudesse sentir seu coração batendo perto do meu e aquela certeza que você me passava só por está ali ao meu lado para dizer que tudo vai ficar bem era tudo que eu sempre quis. Você com esse seu jeito sem jeito, muitas vezes acabou sendo fofo sem saber. E eu mesmo em silêncio te admirava só pelo fato de está tentando me agradar de alguma forma. Algumas vezes eu pedia um abraço seu, mas geralmente você vinha inesperadamente me abraçando e isso me fazia te amar ainda mais. Sempre será melhor receber aquele abraço que não peço, mas você percebe que eu necessito apenas pelo meu olhar.

Sei que seu abraço sempre será meu, você querendo ou não ele me pertence. A conexão que sinto ao te abraçar é inexplicável, você me leva a um outro mundo. Em teus braços eu me enlaço, e me desfaço. Em seus braços toda a minha armadura se desfaz, é incrível como você me desarma apenas com um abraço. Isso chega a ser perigoso para mim, pelo simples fato de eu não ter autocontrole em relação ao seu abraço. Eu sei o bem que ele me faz e é por isso que é perigoso, eu nunca vou saber a hora de parar.



Nenhum comentário: